Omelete de feijão - R$ 0,76

16 de julho de 2018
Já falei algumas vezes aqui que ainda não sou vegana, mas tenho cada vez menos tolerância ao ovo. Cresci comendo omelete ou ovo mexido ou cozido no café da manhã, almoço e janta, mas o sabor parou de me cair bem, sabe? 

Por mais que o ovo seja um alimento democrático, fácil de encontrar e muito barato, há uma grande desigualdade aí. As pessoas mais abastadas conseguem pagar R$ 15 numa dúzia de ovos orgânicos caipiras, enquanto a maior parte da população faz omelete, bolos e fritadas com ovo de granja, que veio de uma galinha alimentada com milho e soja transgênicos, criada em condições insalubres e desumanas. Não acho que essa situação seja justa, tampouco acho viável a possibilidade de criar galinhas soltas pra alimentar 212 milhões de brasileiros. 

Por isso, tenho investido em receitas sem ovos, que sejam democráticas e saborosas. Já vi muita gente fazendo o tal omelete de grão de bico ou grãomelete. É basicamente uma panqueca feita com a farinha de grão de bico ou a leguminosa cozida, que leva água e uns temperos. Nunca fiz, porque tenho comprado pouco grão de bico, mas dizem que é maravilhosa. Fiquei com isso na cabeça e decidi testar várias receitas, mas usando o feijão fradinho, que é o primo pobre do grão de bico, ou seja, rolou um feijãomelete

Só eu achei que ficou A COISA MAIS LINDA? 

Aqui em Floripa consigo comprar feijão fradinho por R$ 6,90/kg, enquanto o grão de bico custa a partir de R$ 12. É praticamente o dobro do preço. Então fica a seu critério. Pode fazer com a leguminosa que preferir. Já vi receitas no Youtube de gente que fez com lentilha ou feijão preto, inclusive, mas não testei ainda. Se quiser arriscar, me avisa se deu certo depois?

Acho a ideia de conseguirmos uma versão de omelete vegetal maravilhooooosaaaaa! Primeiro, pela praticidade. É inevitável como é prático aquele negócio de quebrar 2 ovos e jogar numa frigideira aquecida. E como dá pra tirar uma refeição disso aí. A versão com o feijão fradinho não é tããão rápida assim, mas é fácil e super vale o investimento também pelo preço!!! Sai mais barato do que se fosse com ovos! 

Se quiser transformar o omelete de feijão num almoço ou jantar mais elaborado, é só completar com uns legumes na massa ou direito na frigideira. Fiz uma versão com brócolis picadinho, pimentão vermelho e raspas de limão que ficou um escândalo de tão boa! 

Nessa versão, acrescentei brócolis, pimentão vermelho e raspas de limão na massa, quando já tava na frigideira. 

Não esquece uma coisa importante: as leguminosas, como o feijão fradinho, sempre precisam ser deixadas de molho!!! Isso faz com que sejam mais bem digeridas e o ferro seja mais bem absorvido pelo organismo. No caso dessa receita, também ajuda a massa a ficar mais lisinha. Dúvidas sobre esse assunto? Clica aqui

Vamos lá? A receita rende 3 omeletes e custou R$ 0,76.

Ingredientes 

⠂1/2 xícara de feijão fradinho cru (de molho na água por, no mínimo, 12h). 
⠂3/4 de xícara de água filtrada
⠂2 colheres de sopa de aveia em grãos (qualquer tamanho)
⠂1 pitada de cominho em pó
⠂1 raminho de folhas frescas de hortelã ou manjericão ou orégano ou alecrim ou tomilho
⠂1 pitada de cúrcuma em pó 
⠂1 dente de alho descascado (opcional)
⠂sal a gosto (vou provando e acertando)

Observação: uma seguidora me deu uma dica ótima, que já testei e aprovei. Colocar 1 colher de sopa de polvilho azedo no lugar de uma das 2 colheres de aveia. A massa fica com mais estrutura, mais firme. 

Como eu fiz

1. Deixei o feijão fradinho de molho por 12h. Descartei essa água, lavei bem os grãos e coloquei no liquidificador. 
2. Acrescentei a água e bati bem por 2 minutos. Só depois é que acrescentei todos os outros ingredientes. A massa tem que ficar homogênea, ou seja, não pode ficar rala com os pedaços de feijão aparentes. 
3. Numa frigideira antiaderente, joguei o equivalente a uma colher de chá de azeite e esperei esquentar. 
4. Com a frigideira quente, peguei uma concha bem cheia da massa e joguei na frigideira. Espalhei bem com uma colher pra massa ficar lisinha. Se quiser acrescentar outros legumes, dê uma refogada neles antes de despejar a massa por cima. Tampei a frigideira pra massa cozinhar por inteiro. 
5. Esperei as laterais ficarem mais escuras, tostadinhas e firmes e virei. Deixei mais uns 3, 4 minutos do outro lado sem precisar tampar de novo. Pronto! Pode comer com pastinhas também. Como o requeijão de inhame ou a ricota de gergelim

Observação: a massa dura uma semana na geladeira, mas recomendo comer em dois dias, no máximo, porque qualquer parente do feijão fica fermentando sem parar, o que vai dificultando a nossa digestão. Se sobrar massa e não for comer no dia seguinte, já congela. 

3 comentários:

  1. Amo! Faço demite em casa e além de econômico é um super curinga pra garantir o dia a dia prático: faço uma boa quantidade e vou usando ao longo da semana, já que trabalho e almoço em casa. Além de grão bico, já fiz de lentilha e de feijão azuki desse mesmo jeito e dei super certo.

    ResponderExcluir
  2. Além de grão-de-bico, já testei com lentilha e ervilha (não a de latinha) e ficou muito bom! Recomendo muito!

    ResponderExcluir
  3. Nossa adorei a receita, ai no sul o fradinho é caro em, moro em Goiânia GO e eu paguei 3 reais em um pacote de um kilo, mas se for comprar a granel aqui é bem caro então eu compro o embalado mesmo

    ResponderExcluir