Quibe de berinjela - R$ 6,53

20 de fevereiro de 2018
Hoje vamos falar do senhor quibe, que eu só fui dar conta da existência quando o Habibs chegou a Florianópolis e eu já era uma adolescente atolada de espinhas nessa época. Não temos muita influência asiática nessas bandas. Milhões de anos depois, fui descobrir que se come muito quibe no Rio e em São Paulo, inclusive nas versões vegetarianas. 

O melhor que comi até hoje é feito pelas mãos da minha sogra, de berinjela, mas leva queijo. Para uma versão vegana da iguaria, resolvi seguir mais ou menos o que a minha sogra faz, mas acrescentando a ricota de gergelim do blog em vez dos queijos. 

Os motivos para comer quibe no dia a dia são muitos.

1. Eles são muito práticos e saborosos.
2. Dá pra incluir os resíduos de qualquer leite vegetal na massa, o que evita o desperdício.
3. Eles são muito versáteis. Dá pra fazer a base de berinjela ou abóbora se for pra moldar em mini quibinhos. Se preferir colocar inteiro numa assadeira, pode colocar até os vegetais que não costumam dar liga, como abobrinha e brócolis.
4. Sai muito barato e sustenta bem. Só leva basicamente trigo pra quibe, vegetais e temperos.

Ah! Para uma versão sem glúten, a Bela Gil diz que dá pra substituir o trigo por quinoa ou painço, mas eu nunca tentei.

Na foto eu coloquei o comemos no almoço. Mas a receita rende cerca de 25 mini quibes.


Então vamos à receita, que custou R$ 6,53 e rendeu cerca mais de 20 quibinhos.

Ingredientes
⠂200g de trigo pra quibe (cerca de 1 xícara e 1/2)
⠂água filtrada para hidratar o quibe
⠂2 berinjelas grandes ou 4 pequenas cortadas em rodelas e cozidas no vapor (tem que ficar no ponto de desmanchando)
⠂1 porção da ricota de gergelim do blog (opcional)
⠂4 colheres de sopa de folhas de hortelã
⠂2 cenouras raladas
⠂suco e raspas de 1 limão
⠂sal a gosto
⠂temperos a gosto (recomendo: zattar, cominho em pó, pimenta síria, pimenta do reino)

Como eu fiz
Coloquei o trigo numa tigela com bastante água pra hidratá-lo e deixei lá por 1 hora. Depois escorri BEM com uma peneira. Se deixar o trigo muito molhado, não vai dar liga na receita. Em outra tigela grande, juntei todos os ingredientes, misturei bem, provei os temperos e o sal e comecei a fazer os moldes dos mini quibes com as mãos. Joguei todos eles numa assadeira de pizza untada com um fio de óleo e assei no forno já pré-aquecido por cerca de 30 minutos. 

Na hora de servir o quibe, regue com mais limão por cima e umas folhinhas de hortelã extra. Fica divino e é ótimo pra acompanhar um bom arroz com lentilha. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário