Como armazenar óleos, grãos, farinhas e vegetais

10 de janeiro de 2018
Muita gente me pede dicas de como armazenar comida pra durar mais tempo e evitar o desperdício. Vamos falar sobre isso hoje. Demorei a fazer esse post porque requer bastante estudo e pesquisa. Eu não saio escrevendo qualquer coisa que vejo pela frente, viu? Em quatro anos de faculdade de jornalismo, aprendi pelo menos a buscar fontes confiáveis. 

As dicas abaixo foram quase todas tiradas do livro Dicas para cozinhar bem: um guia para aproveitar melhor alimentos e receitas, do Harold Mcgee. 

Antes de dar as dicas sobre as melhores formas de guardar óleos, grãos, farinhas e vegetais, eu queria lembrar outra coisa muito importante. Mesmo sem ter vivido tsunamis e terremotos, a gente se acostumou a fazer o rancho do mês e estocar comida. Eu aprendi com a minha mãe, que nunca viveu pra ver uma geladeira e uma fruteira vazias. 

O problema de comprar sempre em muita quantidade é que as coisas vão ficando velhas. Por mais que não estraguem se você seguir as dicas perfeitas de armazenamento, comida velha é comida com menos sabor e menos nutrientes. 

Um maço de rúcula não foi feito pra durar 15 dias na geladeira, assim como um quilo de farinha e um vidro com pimenta do reino não podem ficar estocados por um ano no armário. 

É por isso que muita gente faz cara feia pra legumes e verduras. De tanto tempo na geladeira, eles ficam sem graça e sem gosto. Tomates então! É impressionante o quanto perdem sabor ao serem refrigerados.

Então, a primeira dica desse post é: 

Antes de se preocupar em fazer a comida durar mais tempo, preocupe-se em comprar menos de uma vez e só ir abastecendo a geladeira e o armário a medida que as coisas acabarem mesmo. Tem legume e fruta há mais de uma semana em casa? Coma esses antes de sair comprando mais. Vá mais vezes por semana à feira e ao hortifruti. Os chineses, por exemplo, só comem comida fresca. Eles entendem que, quanto mais perecível, mais saudável é o alimento. E quando comemos um vegetal logo depois da colheita, ele vai fornecer mais nutrientes, o que facilita a digestão, e será muito mais suculento. Ir ao mercado de verduras diariamente é um hábito como escovar os dentes na China. 

E outra dica: se você mora num lugar insuportavelmente quente, como o Rio de Janeiro no verão ou Palmas, no Tocantins, o ano inteiro, praticamente todos os vegetais precisam ir pra geladeira, viu? Talvez nem a cebola sobreviva em temperatura ambiente. 

Explicado esse ponto, vamos às dicas de armazenamento



A regra geral é: todos os alimentos do reino vegetal conservam mais nutrientes e sabor se armazenados em temperatura ambiente. A geladeira serve como ajuda para casos de algumas frutas e legumes que estragam muito rapidamente, como pimentão, berinjela e morango. Os cogumelos e brotos são uma exceção: precisam ser refrigerados sempre.

Atenção: se você for usar sacos plásticos pra armazenar os legumes na geladeira, reutilize-os sempre. Nada de ficar gerando lixo. Muita gente guarda folhas verdes em potes separados em camadas por papéis toalha também. Eu acho um absurdo o que isso gera de resíduo. Então não faço assim. 

Óleos e gorduras

Devem ser guardados no armário, bem fechados. Precisam estar protegidos do calor, umidade, ar e da luz. Do contrário, vão oxidar ou estragar mais rápido. Jamais guarde os vidros de azeite e óleos perto do fogão, microondas, forno ou debaixo da pia. As tampas também precisam estar bem fechadas. O contato com o ar diminui a validade de praticamente tudo

Grãos, sementes, castanhas e farinhas

Feijão, linhaça, lentilha, arroz, farinha de mandioca, trigo, centeio, côco ralado, amêndoas, cacau em pó e seus amigos devem ser guardados em lugar seco, fresco (longe do calor do fogão e microondas) e no escuro. Se forem comprados a granel, guarde-os em vidros bem fechados. Se forem comprados em sacos, guarde-os também em vidros bem lacrados depois de abertos. Nada de colocar o grampo de roupa pra fechar os pacotes. 

Os grãos integrais e as féculas duram menos tempo que o resto. Então compre-os sempre em menor quantidade, pra usar rápido e não estragar. 

Frutas

Atenção com a lavagem: as frutas só devem ser lavadas na hora do consumo. O contato com a água pode tirar a película protetora das cascas, o que vai fazer com que elas estraguem mais rápido.

Na geladeira: maçã, uva, morango, framboesa, amora, acerola, mirtilo, caju, siriguela. Sempre em sacos fechados ou potes com tampa. Depois de cortadas, todas as frutas precisam ser guardadas na geladeira em potes ou vidros fechados. 

Em temperatura ambiente, na fruteira: maracujá, laranja, abacaxi, limão, banana, tomate, mamão, manga, melancia, melão, pêra, tangerina, kiwi, pêssego, ameixas, abacate.

Legumes e verduras

Na geladeira, na parte de baixo/gavetas: berinjela, cenoura, beterraba, chuchu, pepino, jiló, quiabo, vagem, e pimentão podem durar mais tempo se armazenados dentro de sacos plásticos ou potes bem fechados. Milho, brócolis e couve-flor também duram mais quando refrigerados. 

Em temperatura ambiente: alho, batatas, cebola, repolho, gengibre, alho poró, inhame, mandioca, abobrinha. Não guarde o alho picado em potes com óleo!!

Ervas frescas

Todas as ervas podem ser armazenadas fora da geladeira se colocadas em um copo com água, com líquido suficiente apenas pra molhar o caule. Essa água deve ser trocada a cada dois dias

Manjericão e louro não se dão bem com o frio. Evite colocá-los na geladeira. As outras ervas, em dias muito quentes, podem ser resfriadas depois de serem bem lavadas e estarem secas. Sempre na parte menos fria da geladeira, nas gavetas. Deixe escorrendo por algumas horas em lugar fresco e depois armazene cada uma em uma recipiente de vidro, bem fechado. De preferência em pé, com os caules pra baixo. 

Folhas verdes

Na geladeira: rúcula, couve, alface, mostarda, acelga e etc devem ter as folhas separadas, lavadas uma a uma e armazenadas bem secas em sacos plásticos ou potes. Sempre colocadas na parte de baixo da geladeira. As folhas odeiam frio. Eu coloco cada uma delas num saco plástico reutilizado e faço um balãozinho, pra que elas fiquem mais protegidas. 

Comida requentada

Sobrou feijão ou outros alimentos já cozidos e temperados? Guarde-os em potes de vidro por até três dias na parte mais fria da geladeira. O tempo de duração desses itens congelados varia de um a três meses. 

Industrializados

Qualquer alimento em lata, depois de aberto, deve ter seu conteúdo despejado em um vidro ou pote plástico e colocado na geladeira. As latas oxidam rapidamente!

Gostou das dicas?
Indica pra galera e segue a gente na página do Facebook e do Instagram

Fim. 

10 comentários:

  1. Oi, Ju, obrigada pelas dicas! Descobri seu perfil ontem e estou amando.
    Uma dúvida: pq não podemos deixar cebola ou alho já cortadinhos com óleo na geladeira? a questão é perda nutricional ou contaminação? Fiquei preocupada, uma vez que comecei a fazer isso e é uma mão na roda para quem cozinha todos os dias ;/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi, gata! Que bom que estás amando! A cebola não sei. Vou pesquisar pra ti. Alho já li que pode causar botulismo, além de perder muito sabor. O que eu faço pra agilizar é usar sempre um dos dois apenas, ou alho ou cebola nas receitas, já economiza tempo. Quando tô com muita preguiça, refogo legumes só no gengibre porque ele é mais fácil de cortar hahaha. Beijoca

    ResponderExcluir
  3. Obrigada! Sigo te acompanhando. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aparentemente,a bactéria do botulismo não se desenvolve em alimentos ácidos e, como a maioria das bacterias, leva tempo à se desenvolver em ambientes frios. Por isso, se for fazer o tempero pronto, experimente colocar uma colher cheia de vinagre e mantenha na geladeira por no máximo uma semana.
      Eu costumo usar muito alho e cebola, não consigo viver sem eles. kkkk Mas vou provar os legumes com gengibre apenas.

      Excluir
  4. Muito boa suas dicas. Vou utiliza-las. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Verdade sobre Palmas! hehe Ótimas dicas :)

    ResponderExcluir
  7. Oi Juliana! Obrigada pelo seu trabalho! O blog é otomo. Fiquei em dúvida sobre a higienização. Se as frutas devemos lavar apenas antes de comer, não precisamos deixar de molho no vinagre ou hipoclorito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há um consenso sobre o processo de higienização dos vegetais. Eu lavo só em água corrente mesmo!

      Excluir
  8. Olá, adorei as informações.
    Moro em uma cidade absolutamente quente que os grãos estragavam super rápido. Para garantir maior durabilidade, guardo em geladeira em saco ZIP ou vidro.
    Comprei muitas farinhas e em grande quantidade em sp porque era mais barato(coco, maracujá, berinjela...). Chegou uma hora que não aguentava mais comer. Tenho parte delas ainda em geladeira, tem 1 ano, em pacotes lacrados. Posso voltar a usar? Estão com aspecto normal.

    ResponderExcluir