O Prato Feito dos sonhos - R$ 8,71

8 de novembro de 2017
A vida deu uma apertada e não tô conseguindo postar três coisas por semana aqui, como eu tinha prometido inicialmente! O fluxo de trabalho jornalístico ainda deve aumentar com o fim do ano e, por isso, talvez tenhamos que fazer um novo acordo sobre a frequência das postagens. 

O post de hoje é sobre o PF, meu prato preferido da vida. Acho que ele precisava ser mais valorizado. Tem uma pizzaria, uma hamburgueria e um sushi em cada esquina desse país, mas não se encontra um PF decente tão fácil. Uma tremenda injustiça isso. Não há risoto que desbanque um bom prato de de arroz, feijão e farofa.💙

Pra trazer uma acidez, a la Masterchef, incluí um vinagrete a base de um ingrediente menosprezadíssimo, o chuchu. E porque sou metida mesmo, resolvi fazer a couve numa versão mais sequinha, pra dar um crocante delícia.

E pra ficar imbatível não podia faltar coentro. Sou do time que colocaria coentro até no pudim, mas o povo aqui em casa não me apoia nessa empreitada! Então me contenho. Pensei em incluir uma banana da terra grelhada também, mas não sobrou mais espaço no prato nem na minha barriga. 

E uma coisa importante: trabalhadores das biroscas com vendem PF desse Brasil, facilitem a vida dessa gente que não come carne, como eu! Não precisa colocar bacon na couve, na farofa e no feijão. Assim, todo mundo tem o que comer e pode ser feliz.

A receita total serve 3 pessoas bem famintas ou 4 que comem de forma moderada. Na verdade, a receita do vai dar feijão pra mais refeições. Eu não consigo fazer menos feijão do que isso porque já sou acostumada aumentar a quantidade pra congelar

Vamos lá então!

Não tenho habilidade alguma com montagem de prato, eu sei. Ainda mais quando estou faminta e ansiosíssima pra comer.









Vinagrete de chuchu com coentro
⠂1 chuchu cru, sem casca e cortado em cubinhos bem pequenos
⠂1/2 cebola média cortada em cubinhos
⠂2 colheres de sopa de azeite de oliva
⠂suco de 1 limão e 1/2
⠂coentro picado a gosto
⠂sal a gosto
⠂pimenta do reino a gosto
⠂1 pimenta dedo de moça pequena bem picadinha (opcional)

Como eu fiz
Tem que ser a primeira coisa do PF a ser feita. Quanto mais tempo o chuchu ficar curtindo no molho, mais saboroso. É só misturar todos os ingredientes numa tigela com tampa e deixar na geladeira por, pelo menos, 30 minutos. 

Feijão
⠂2 xícaras de feijão preto
⠂4 xícaras e 1/2 de água filtrada
⠂3 folhas de louro
⠂5 dentes de alho picadinhos
⠂1 colher de chá de gengibre picadinho
⠂1 colher de chá de cominho em grão
⠂sal a gosto
⠂azeite pra refogar
⠂1 colher de chá de páprica defumada (opcional)

Como eu fiz
Feijão não tem jeito! Tem que deixar de molho por 48 horas, trocando a água a cada 12 horas. Essa etapa faz com que o feijão seja mais bem digerido e o ferro, melhor absorvido. Depois do molho, escorrer o feijão, lavar bem com água e cozinhar com o louro na panela de pressão por 17 minutos. Refogar o alho, o gengibre e o cominho com azeite. Quando o alho tiver dourado, acrescentar o feijão cozido com o caldo. Colocar o sal a gosto e deixar cozinhando, sem mexer, por 10 minutos. Quando tiver quase pronto, bater 1 concha de feijão no liquidificador e misturar com o restante na panela, pra engrossar o caldo. 

Arroz
⠂1 xícara de arroz integral agulinha
⠂2 xícaras e 1/2 de água
⠂sal a gosto

Como eu fiz
Coloquei água pra ferver na panela. Assim que ferveu, acrescentei o arroz e o sal. Aprendi com a Bela Gil e não perco mais tempo com arroz. Só faço assim.

Chips de couve
⠂1/2 maço de couve picadinha
⠂1 colher de sopa de óleo de girassol
⠂sal a gosto

Como eu fiz
Eu fiz na maravilhosa airfryer. Joguei tudo lá e deixei por 15 minutos. Se você não tem, pode fazer no forno. Mas vai precisar ficar mais tempo e os pedacinhos de couve não podem ficar sobrepostos. Você vai precisar usar uma assadeira grande. Se um pedaço ficar em cima do outro, não vai ficar crocante. Vai olhando pra não queimar. Tem que ficar crocante e não muito escura. 

Farofa de dendê
⠂1 xícara de farinha de mandioca
⠂3 colheres de sopa de azeite de dendê
⠂1/2 cebola picada em cubinhos
⠂sal a gosto

Como eu fiz
É só dourar a cebola no dendê. Assim que tiver mais escurinha, é só acrescentar a farinha de mandioca e o sal. Vai mexendo, sem parar, até ficar com aquela cara maravilhosa de levemente torrado. 

Agora coloca a Beth Carvalho pra tocar e se joga na farofa!

Sobre o cálculo do preço
Todas essas 4 porções me custaram R$ 8,71. Lembrando que:
→ Azeites e óleos não entraram na conta. Só incluo quando uso a partir de 1/2 xícara.
 Temperos não entram porque uso pouquíssimo, não dá pra mensurar o preço exato.
 Ervas não entram porque pego dos meus vasinhos da varanda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário