Cracker de linhaça - R$ 1,62

6 de outubro de 2017
Voltei do Chi chi chi le le le. Que país maravilhoso, minha gente. Mas eu tô acostumada com o ápice de umidade que um ser humano pode aguentar, daqui de Floripa, e lá o ar é um secura só. Resultado: passei uma semana chilena com nariz sangrando, garganta esculhambada e a pele descamando. De qualquer forma, comi coisas incríveis, conheci pessoas muito maravilhosas e fui a lugares inacreditáveis. Eles vivem a base de ceviche, assim como no Peru. Mas eu não como peixe, então tive que ir atrás de opções vegetarianas. E achei uma incrível de alcachofra, outra de cogumelos e uma de algas que não comi porque todo o meu dinheiro já tinha acabado. Vou testar outras possibilidades de ceviche vegetariano em casa essa semana e publico se der certo!!! Aí já aproveito e conto mais sobre o país das cordilheiras. 

Agora vamos à receita de hoje: ela não é minha, mas pedi autorização pra divulgar. Tenho uma amiga diva chamada Bianca que tá tentando reduzir ao máximo o consumo de carne e laticínios. Aí ela ficou desesperada porque não sabia o que comer no café da manhã, o que passar no pão. Deu a louca e começou a comer margarina. A sorte dela é que estamos a mais de mil quilômetros de distância, porque se tivesse perto, ela tinha apanhado. Depois de ganhar uns xingões meus (tudo menos margarina, por favor), ela se inscreveu num curso de laticínios veganos da Gabriela Migueis Nunes. Eu queria muito ter feito também, mas não moro mais no Rio. 😢

A Gabriela é culinarista vegana e trabalha dando cursos há cinco anos. A especialidade dela é a parte de fermentação natural e os laticínios. Pra quem se interessar, os próximos cursos no Rio são no dia 21 e 28 de outubro. Podem mandar e-mail pra gabriela.migueis@gmail.com ou enviar mensagem no instagram @gabrielamigueis_. 

A Bianca me contou das receitas que aprendeu no curso e me passou uma que eu achei estranhíssima e duvidei que daria certo: o tal cracker de linhaça. Decidi testar e fiquei, inicialmente, muito brava porque acabei com meu pote de linhaça e a receita parecia não ter dado certo. 

Mas aí, meu povo, eu te conto o segredo: o FORNO. A dica é deixar a linhaça ficar TÃO crocante que vai disfarçar aquele gosto estranho dela. E é impressionante quando você atinge a crocância certa. Porque fica uma delícia louca. Eu comi tudo no mesmo dia inclusive, como uma loba. Recomendo muito que você faça pra comer como lanche da tarde no trabalho, na escola ou em casa mesmo. Fica ainda mais saboroso com pastinhas. Eu comi com a geleia de morango e com a ricota de semente de girassol. Lembra que postei aqui no blog a receita de ricota de gergelim? Então, fiz exatamente a mesma receita, só substituindo o gergelim por semente de girassol. E ficou maravilhoso. A geleia de morango eu fiz a partir da receita da Rainha da Cocada, link aqui. 

Parece estranho, mas é uma delícia! Pode fazer!!!
Vamos lá.

Ingredientes do cracker de linhaça
1 xícara de linhaça
1 xícara de água
Sal e condimentos a gosto (coloquei orégano apenas)
Óleo de coco ou azeite para untar a assadeira (usei azeite)

Modo de preparo
Coloque todos os ingredientes em um pote e misture bem. 
Deixe a mistura descansar por aproximadamente 20 minutos. 
Espalhe a mistura pela assadeira previamente untada, formando uma camada bem fina sobre a assadeira. 
Com uma faca, faça riscos na massa que está na assadeira para dar o formato do cracker.
Pré-aqueça o forno em temperatura máxima por 5 minutos, então desligue o forno e deixe a assadeira
por aproximadamente 30 min. 
Repita o processo até que o cracker fique bem sequinho (eu fiz isso umas 5 vezes, acho). Não vá perder a paciência com a linhaça e deixá-la torrando no forno ligado! Vai queimar tudo!!!!!
Se preferir, é possível fazer o cracker no desidratador ou deixando exposto ao sol.

2 comentários:

  1. mana... quero tentar...só uma pergunta...forma aquela baba no descanso de 20 min? aquela baba tipo da chia?
    E nossa, vou super tentar a ricota com semente de girassol. A de gergelim é ÓÓÓTIMA! fiquei apaixonada!

    ResponderExcluir
  2. Oi, gata! Exato! É essa baba que vai dar a liga, manter os grãos unidos pra virar essa bolachinha. Isso, testa a pastinha de semente de girassol. O gosto dela é bem mais neutro. A de gergelim nem todo mundo gosta por causa do amarguinho. Eu amo. Depois conta se gostou! Um beijo.

    ResponderExcluir